top of page
  • Foto do escritorFlávia Gouveia

Liderança Humanizada

Vivemos novos tempos. O que funcionava antes nas relações humanas está a ser ressignificado e exige uma nova postura. Não é diferente na liderança, em todos os papéis que exercemos na vida.



O novo contexto pressupõe algumas ações:


• Ampliar as nossas softskills.


• Melhorar a qualidade dos nossos relacionamentos.


• Construir um ambiente saudável e produtivo.


• Protagonismo: liderar a si mesmo, para liderar outros.


• Propósito: porque eu faço o que eu faço?


• Resgatar a potência para agir.


• Coragem para enfrentar.


• Viver com positividade e felicidade.



Para facilitar a prática da liderança neste novo contexto, proponho 5 protocolos que aplicados em conjunto, vão contribuir para a saúde mental e a segurança psicológica tão necessárias nos dias de hoje.



Consideração



Pense nas dificuldades dos outros como sendo as suas próprias.


“Viver num estado de atenção total e consciente do seu próprio íntimo por inteiro, dos demais, e do contexto em que vivemos e trabalhamos’’


Este exercício precisa ser realizado como um propósito genuíno, verdadeiro, e assim percebido pelos outros. Dessa forma, consegue preparar o terreno para os demais protocolos.



Esperança



Ao falarmos de esperança, é normal que venham pensamentos e sentimentos subjetivos. Esperança é uma combinação de objetivos claramente articulados, com um curso de ação e com uma sensação de bem-estar.


“A esperança nos possibilita acreditar que o futuro que idealizamos é possível de ser atingido, e nos permite ir ao encontro de nossas visões e objetivos ao mesmo tempo que inspiramos os demais’’



Compaixão



Não é ter pena do outro, ou piedade. É empatia, zelo e cuidado em ação. Veja e sinta o mundo pelos olhos dos outros.


Não julgue, observe. Entenda o sentimento do outro. Confirme se entendeu de fato.


Compaixão tem a ver com conectar-se aos outros e buscar aprender com eles a partir dessa conexão.



Vulnerabilidade



Aceite a dificuldade. Não temos todas as respostas; não sabemos todas as perguntas.


A valorização ainda maior do trabalho em equipe neste momento é fundamental para vencer as batalhas e os obstáculos.


Não podemos usar máscaras para esconder nossos sentimentos, devemos demonstrar coragem para enfrentá-los.


“Vulnerabilidade não é ganhar ou perder, é ter coragem de agir quando não se pode controlar o resultado.’’



Gentileza



Há na gentileza um poder de transformação duplo, de quem é genuinamente gentil e de quem recebe a gentileza.


A gentileza é um protocolo transversal a todos os demais e deve ser exercida de forma independente, sem esperar por contrapartidas e apenas com o intuito de ajudar o próximo.


A gentileza traz em si o poder transformador para quem oferece e para quem recebe.


A gentileza é uma das melhores iniciativas para gerar reciprocidade.


A gentileza é uma capacidade de todas as pessoas.


“A gentileza é uma forma de atenção, de cuidados, que torna os relacionamentos mais humanos, com menos rispidez.’’




Posts recentes

Ver tudo

Comentários


bottom of page